Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

aguadouro

Pampilhosa da Serra - Roteiro dum "futrica"

aguadouro

Pampilhosa da Serra - Roteiro dum "futrica"

26.Dez.19

TEMPO DE MUITA ESPERANÇA

Júlio Cortez Fernandes

Novembro de 1939, grandes dificuldades em todo mundo, e profunda crise social económica para as gentes da Pampilhosa.

Depois dum prolongado tempo de invernia,houve melhoria nas condições atmosféricas, que permitiram inicio da colheita da azeitona, por ser abundante, iria aliviar a situação de muitos lares.

Na vila ,falava-se com preocupação do estado de saúde do notário Eduardo Carlos acometido de ataque coração que deixou as portas da morte.Dizia-se sobreviveu graças a cuidados clínicos do médico municipal Dr. Tomás Barateiro.

As obras da barragem e as da estrada possibilitavam emprego a elevado numero de jornaleiros e ajudavam a debelar a crise de trabalho.

No dia 27 de Novembro tiveram inicio os trabalhos de terraplanagem da estrada que havia de ligar a Vila a Castelo Branco.Começaram no sítio da Cabeçada, pelo  lado do Vale da Grima, e director da obra era engenheiro Sousa Pinto da junta das estradas.

A expectativa quanto a utilidade da estrada , uma vez concluída ligava Coimbra a capital da Beira Baixa, gerou grande esperança na Pampilhosa .Acreditavam  numa futura era de progresso e bem estar.

Ao fim e ao cabo 8 décadas  passadas cada qual retire a conclusão

Vista da estrada actual desde a " cabeçada " junto ao hotel.

P5185339.JPG