Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

aguadouro

Pampilhosa da Serra - Roteiro dum "futrica"

aguadouro

Pampilhosa da Serra - Roteiro dum "futrica"

23.Dez.20

ESTA CARREIRA TAMBÉM ACABOU

Júlio Cortez Fernandes
Distante ano de 1960, acesso rodoviário passaria a ser da responsabilidade das empresas  camionagem  Martins , sediada em Évora, esta com a ligação da Pampilhosa a Castelo Branco, e Adelino Pereira Marques, de Pedrogão Grande, ligação a Coimbra. Esta alteração significou desaparecimento da Empresa Viação da Beira, havia sido criada por Pampilhosenses, no final da década 1940. As paragens referenciadas no horário,fazem ainda hoje parte do imaginário de muitos de (...)
10.Dez.20

CAPITAL DO ERVIDEIRO OU DO MEDRONHO

Júlio Cortez Fernandes
Tempo de invernia aqui para estas bandas onde habito; convidativo a reflexão; daí ter repescado texto escrito há tempos, acerca das árvores  que alindavam os espaços públicos da Vila, e foram derrubadas sem dó sem piedade por " arboricidas " sempre existiram naquelas paragens. E como tema se relaciona com investigação desenvolvi sobre a flora dos montes e vales da terras da Pampilhosa,dei comigo  cogitando: Em Portugal existem várias localidades onde devido relevante, (...)
08.Mar.20

PERSONAGEM SINISTRA DA HISTÓRIA DA VILA - O CORVO

Júlio Cortez Fernandes
O povo das montanhas do concelho de Pampilhosa da Serra, sofreu não só  agruras de viver em terra inóspita longe de tudo, e cuja riqueza florestal foi delapidada sem rei nem roque;sentiu, igualmente, mão férrea e despótica dos poderosos, que oprimiam  vexavam, extorquindo, foros mais pesados que  jugo de canga . Nos séculos XVII e seguinte,  "paupérrima" vila da Pampilhosa sofreu  tirania de  senhor da terra,  tudo podia e tudo fazia.    Poderia começar pelo costumeiro (...)
11.Jan.20

INAUGURAÇÃO SEM MUSICA

Júlio Cortez Fernandes
Num dia que se apresentava esplendoroso,mal grado estarmos em Novembro,  Pampilhosa da Serra,foi palco de importante  acontecimento histórico: inicio da carreira de autocarros  Coimbra - Castelo Branco. Em pleno Verão de São Martinho,quinta-feira, 13 do citado mês no distante 1952,pouco depois ter batido  no relógio da igreja matriz  meia hora das 8 da manhã, surgiram vindos do lado de Coimbra dois reluzentes autocarros;estacionaram no largo do mercado, onde apesar ser (...)
26.Dez.19

TEMPO DE MUITA ESPERANÇA

Júlio Cortez Fernandes
Novembro de 1939, grandes dificuldades em todo mundo, e profunda crise social económica para as gentes da Pampilhosa. Depois dum prolongado tempo de invernia,houve melhoria nas condições atmosféricas, que permitiram inicio da colheita da azeitona, por ser abundante, iria aliviar a situação de muitos lares. Na vila ,falava-se com preocupação do estado de saúde do notário Eduardo Carlos acometido de ataque coração que deixou as portas da morte.Dizia-se (...)
27.Nov.19

ESTRADA COIMBRA - PAMPILHOSA DA SERRA NO ANO 1890

Júlio Cortez Fernandes
Deus sabe, as vezes cogitei, quando viajava na camioneta da carreira da Vila a Lousã, para tentar adivinhar como seria  estrada da nossa terra a capital do distrito,em tempos mais recuados. Na minha  infância o nosso avô materno , falava da " galera da Maria Pinheira" Veiculo lendário transportava pessoas e mercadorias, desde o Farropo, com paragens no mítico sitio do Pepio, onde gente das aldeias do termo da Pampilhosa e  cercanias de Pessegueiro , esperavam a " galera (...)
22.Nov.18

PARTICIPOU NA 1ª GUERRA MUNDIAL - MEMBRO DE ABASTADA FAMÍLIA DA PAMPILHOSA DA SERRA

Júlio Cortez Fernandes
As comemorações assinalando o centenário da Grande Guerra de 1914-1918, estão a chegar ao seu epilogo. Quando assistia a eventos realizados no âmbito da efeméride, amiúde lembrava a participação de patrício, destacado oficial do contingente das tropas Portuguesas, enviadas para o teatro de operações em França. Digo patrício porque apesar de não ter nascido na Vila de Pampilhosa da Serra, era filho e neto de naturais do concelho. A história interessante e cheia de (...)