Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

aguadouro

Pampilhosa da Serra - Roteiro dum "futrica"

aguadouro

Pampilhosa da Serra - Roteiro dum "futrica"

29.Set.20

FADISTA CANTOU A ALDEIA DE CARVOEIRO

Júlio Cortez Fernandes
Vieram hoje a lembrança,factos pensava estarem definitiva e irremediavelmente afastadas da memória.Felizmente não comandamos estas coisas.Idos do final anos 1950, talvez 1959, não posso precisar. Nesse tempo meus pais haviam comprado um aparelho de radio, nos Armazéns Cancela, entidade fornecia a prestações tudo o que os mal pagos funcionários públicos de então, precisavam para vestir e para o lar. A telefonia de reputada marca alemã, passou a ser usada por mim para (...)
22.Set.20

MEMÓRIA DO " LENDÁRIO " BARBEIRO DO CARVOEIRO

Júlio Cortez Fernandes
O nome do Sr. Alberto Magno de Oliveira o barbeiro residente na aldeia de Carvoeiro, freguesia de São Simão de Pessegueiro  no concelho de Pampilhosa da Serra, esteve presente em muitas conversas tive com meu querido inesquecível avô,materno Augusto Cortez. Não conheci pessoalmente , aquele personagem porque tendo falecido em Lisboa , no Hospital Escolar de Santa Maria, a 5 de Junho de 1951; eu com quatro anos de idade, não,seria possível lembrar-me dele. Segundo  meu avô, o (...)
08.Set.20

VENDAS OU CATRAIAS - MONTANHA DA PAMPILHOSA

Júlio Cortez Fernandes
 Estrada de acesso a Pampilhosa,  antiga Estrada Real nº 52, demorou cem anos para atingir a vila. Esta particularidade,permitiu  ao longo dos tempos , fossem surgindo,locais onde os viajantes, esperavam transporte e  abrigavam  retemperando forças, e prosseguir viagens. As mais conhecidas; a catraia do Pépio, ou da Serra, onde se dirigiam as pessoas vindas, das povoações de Pessegueiro, Carvoeiro e Aldeias; mais adiante servindo de apoio a quem provinha ou se dirigia para (...)
10.Mai.20

TOPONÍMIA DA MONTANHA - ORIGEM E SIGNIFICADO DE CARVOEIRO

Júlio Cortez Fernandes
Sempre gostei da povoação do Carvoeiro, localidade da freguesia de São Simão de Pessegueiro no concelho de Pampilhosa da Serra. Passei tempo de infância no sitio de Vale Covo, de onde avistava ao longe, monte no cimo, enorme sobreira que servia de pano de fundo ao sol poente. Para mim o crepúsculo, ficava no  Carvoeiro. Talvez remonte a essa época o fascínio que sentia, relacionado com aquela localidade. Principalmente, desejava saber o porque do nome. Na idade adulta visitei (...)