Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

aguadouro

Pampilhosa da Serra - Roteiro dum "futrica"

aguadouro

Pampilhosa da Serra - Roteiro dum "futrica"

23.Mar.21

SITIO DA FORCA

Júlio Cortez Fernandes

Calhou hoje lembrar pormenores, pouco conhecido da história da nossa terra. Sendo povoação antiga, infelizmente não existem muitos documentos possamos,referir para corroborar essa anscestrealdade.

Dom João I, estando em Coimbra , decorria 1385,confirmou,anteriores prerrogativas da povoação ,outorgadas mas das quais não existiam provas.

Mestre de Aviz, atribuiu, a Pampilhosa, "  todas ou uma coisa que pertencem a vila, isenta, e selo forca picota e cadeia como outro lugar, privilegiado"

Não vou dissertar acerca da cadeia Pelourinho e picota, deixando isso para ocasião futura, se a pandemia deixar.Vou focar a temática da forca.

As forcas, muito difundidas, no mundo medieval, até  final do absolutismo, destinavam-se  executar pena de morte por enforcamento; punindo quase sempre indivíduos de baixa condição, por ser pena duplamente infamante. Pessoas da classe superior eram decapitadas, no tronco pelo carrasco.

As forcas podiam ser pedra ou de madeira, por donde passavam cordas, onde dependurados os condenados morriam por asfixia.

As forcas eram levantadas, nos caminhos, fora das povoações. Os corpos dos executados, ficavam expostos, para os transeuntes, vissem  que lhes poderia suceder se caíssem na alçada da justiça. Os cadaveres serviriam de pasto as feras e aves de rapina.

Não possuindo,elementos, acerca do aspecto da forca utilizada na Pampilhosa,posso admitir ser das mais simples, consistindo numa corda presa a um galho de árvore com um nó corrediço com laçada que se colocava em redor do pescoço do condenado, a qual se apertava com o próprio peso do enforcado, estrangulando-o.

Não há muito ,designava-se na Pampilhosa, conjunto de dois grossos ramos de árvore em forma de  V, uma forca.

Onde ficaria a forca da Pampilhosa ? No decurso das investigações, deparei  documento relativo a décima de 1788, indicação:

José Fernandes Moradias, possuiu  umas oliveiras, e uns castanheiros, e umas terras á Corga da Forca ".

Tive ensejo de falar com os saudosos avô, João Carloto, e também com meu pai, para saber onde ficaria a Corga da Forca.

A informação revelou ser ao cimo da quinta das Malhadas da Ribeira, no arrabalde da Vila. A forca deveria ter sido  no caminho seguia para Cabril, Vidual, Unhais, Cebola, Casegas, Paul, Covilhã e Guarda sede da diocese, onde pertencia a Pampilhosa,

Uma área visível  de grande distancia, a " barroca " ou vale a seguir a Corga da Forca, é Vale do Urso; com tempo as pessoas passaram a pronunciar   " Valeduce"

Noutras terras de Portugal encontramos " Campo da Forca ", " Outeiro da Forca ",  " Monte da Forca ",  " Tapada da Forca ". Na Pampilhosa seguiu-se designação toponímia de acordo com as características da região  " CORGA DA FORCA ". Termo corga, significa nascente ou bica de água, por vezes a outra dsignação é corrego. Na Pampilhosa econtramos muitas corgas.

Assim termino,  como diria o outro : feito...

afrc.JPG