Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

aguadouro

Pampilhosa da Serra - Roteiro dum "futrica"

aguadouro

Pampilhosa da Serra - Roteiro dum "futrica"

09.Mai.22

ROMAGEM A CAPELA DE SÃO JOSÉ - ALDEIA CIMEIRA

Júlio Cortez Fernandes

 Na companhia de minha mulher almoçamos, no restaurante o Pinheiro.Dia de Primavera,convidativo a passeio.

Finda  refeição sugeri  visitarmos a capela de São José, da qual guardo belas recordações; fica bem no coração de Aldeia Cimeira, freguesia de Pampilhosa da Serra; concordamos e fomos.

Pouco abaixo na direcção do povoado,no pátio do edifício sede da Comissão de Melhoramentos, pequeno grupo de moradores,sentados a sombra,olharam curiosos para nossa viatura,com ar de quem estranhava o que via.Prosseguimos nem preciso de auxiliar de orientação, curva a esquerda e vamos pela rua de acesso a aldeia.

Na memória afluíram lembranças de tempos idos, na companhia de nossa avó materna Emília Mota,passei por aqui muitas vezes.Natural de Aldeia Cimeira,nunca perdia oportunidade de visitar a familia,e acima de tudo não faltava a festa do padroeiro da povoação a 19 de Março.

Em marcha lenta,íamos passando por sítios familiares, a casa que fora da tia Ermelinda,a fonte, a casa da prima Maria.Nem viva alma,silencio, algumas casas com indícios de ruína

.Estacionamos num recanto da rua. Sabia ainda por onde era o acesso a capela.E sem hesitar nem engano estávamos em frente da orada. 

Nem queria acreditar, do alpendre como o lembrava, nem rastos deitaram tudo abaixo uma "memória " na parede assinalava o sucedido.

 

 

20220429_140938.jpg na lápide não figura, qualquer nome, parece bem lá no fundo a "restauração" da capela não deve ter sido pacifica.

Foi pena derrubarem em vez de restaurarem, no entanto  sem orientação nem apoio de quem pudesse esclarecer a importância de manter o alpendre seria dificil não fazerem asneira

Passado o primeiro impacto,verificamos o postigo que permiti "espreitar"  o interior do templo,continua no sitio,substituíram a grade de protecção.O aspecto do tecto e a imagem do Santo,estão como guardo na lembrança.

Em redor da capela silencio profundo, de uma ruela próximo,surgiu na janela alguém rapidamente a fechou.

Retomamos a marcha,passei pelo sitio do Ramalhão,subi a encosta,até a sobreira  pouco acima da casa do Ti Eduardo  antigo emigrante na Argentina. Já partiu há muito da vida presente.

 Impressionado com o que encontrei na capela decidimos ir espairecer para a eira da Aldeia Fundeira.

Meu querido São José ,deitaram abaixo belo alpendre da tua casinha; como diria outro, " não havia necessidade".

20220429_140857.jpg