Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

aguadouro

Pampilhosa da Serra - Roteiro dum "futrica"

aguadouro

Pampilhosa da Serra - Roteiro dum "futrica"

18.Dez.19

OS "MEUS" REIS MAGOS

Júlio Cortez Fernandes

Tal dia como hoje, 18 Dezembro quarta- feira, vim a este mundo na fundura de um vale encravado no mar de montanhas longínquo e belo como não há outro.

Segundo apurei, naquela manhã fazia um frio de rachar, intensa nevada cobria de  branco tudo quanto a vista alcançava. Meu pai, na faina da apanha azeitona, foi chamado por uma vizinha, sabendo a friagem da nossa casa de caminho passou pela loja do "manco"  onde comprou um grosso cobertor de lã para me aquecer.

Sendo primeiro filho, comoveu-se quando me viu pela primeira vez, pequenito e enfezado. Passados muitos anos havia de me confidenciar, ter sentido receio que não resistisse.

Ao cair da noite desse mesmo dia, meu tio Zé Carloto, apareceu lá em casa para ver como estaria tudo,  levando um cobertor igual ao que meu pai comparara, sem ter conhecimento disso,  mas sabendo  que precisava de me agasalhar bem, não hesitou, o meu querido e inesquecível amigo, homem de porte distinto a quem a sogra minha avó paterna, chamava com ironia "major".

Os primeiros dias de vida foram atribulados, o médico Dr. Afonso, aconselhou os meus pais a baptizarem-me depressa, para ir sem mácula para o além. E assim aconteceu, fui baptizado a 29 Dezembro, um domingo às 16 horas pelo Prior Benjamim Alves, que haveria ser  mais tarde grande e sincero amigo.

Meu pai prezava muito a lei e a ordem, sabia  além da Igreja para ser cidadão de facto era mister lavrar  o registo civil, assim procedeu.

No final do registo o responsável pela Conservatória, Porfirio Carneiro, comunicou que os emolumentos devidos ficariam por sua conta,  sendo neto do amigo correligionário Augusto Cortez, fazia  empenho  pagar.

Foram os meus "reis magos". Os dois protegeram-me e o terceiro honrou a condição de pertencer a estirpe de indefectível republicano.

Aqui estou hoje 7 décadas transcorridas a dissertar sobre estes factos quando tudo indicava não iria sobreviver.

Verdade, nem tudo é  que aparenta.

Boas festas.

Foto de P. Carneiro

porfirio.jpg