Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

aguadouro

Pampilhosa da Serra - Roteiro dum "futrica"

aguadouro

Pampilhosa da Serra - Roteiro dum "futrica"

15.Jul.19

FACTO INÉDITO DA HISTÓRIA DA VILA

Júlio Cortez Fernandes

Numa das minhas investigações recentes, deparei com documentação inédita que permite afirmar, antes do incêndio de 1907 que a destruiu quase completamente  a igreja matriz da Vila de Pampilhosa da Serra, não dispunha de " adro ".

Vem a propósito actualmente o edifício e envolvente do templo , passam por algumas obras de conservação e restauro.Como sabemos a porta principal da matriz,guarnecida de avantajadas portas em madeira de castanho, tem a inscrição 1911.A entrada nobre da orada dá para amplo adro que apesar das " malfeitorias " sofridas ao longo dos anos ainda ostenta  solene e adequada " vista ".

A entrada da igreja anterior ao fogo, dava  directamente   Rua da Quinta, as dimensões do templo eram mais reduzidas que as actuais.

O terreno confinante existente entre estrada real nº 52 e igreja pertenceu a Francisco Luiz Nunes , havia sido comprado pelo Padre Vicente Dias de Carvalho prior da paróquia, para ampliar o passal .

Quando da reconstrução decidiu-se, o passal ficaria unicamente no outro lado da estrada;  a parcela adjacente a igreja seria destinada  dotar " Casa de Deus " de adro que não dispunha.Assim se cumpriu até hoje. A foto mostra o adro antes das obras em curso.

P5185361.JPG