Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

aguadouro

Pampilhosa da Serra - Roteiro dum "futrica"

aguadouro

Pampilhosa da Serra - Roteiro dum "futrica"

27.Nov.19

ESTRADA COIMBRA - PAMPILHOSA DA SERRA NO ANO 1890

Júlio Cortez Fernandes

Deus sabe, as vezes cogitei, quando viajava na camioneta da carreira da Vila a Lousã, para tentar adivinhar como seria  estrada da nossa terra a capital do distrito,em tempos mais recuados.

Na minha  infância o nosso avô materno , falava da " galera da Maria Pinheira"

Veiculo lendário transportava pessoas e mercadorias, desde o Farropo, com paragens no mítico sitio do Pepio, onde gente das aldeias do termo da Pampilhosa e  cercanias de Pessegueiro , esperavam a " galera ".Verifiquei mais tarde aquela situação era  recente.

Em 1890 não existia a Catraia do Farropo , nem o Pepio, ou a Catraia do Azevedo. Estes locais surgiriam na década de 1920.

Nos fins do século XIX, a estrada real Nº52 , direcção a Pampilhosa, estava parada em Vale de Cavalos, local  corresponderia a Barroca de Valongo, na actual estrada nacional 112, a qual só chegaria a Pampilhosa no inicio da década 1930, depois de permanecer algum tempo parada nos Pereiros, sitio a seguir a aldeia das Moradias, pouco adiante do cruzamento para Vale Carvalho.

Nos Pereiros, a ultima paragem das camionetas da carreira e outros veculos automóveis; dai para diante até  a Pampilhosa só em carros de bois ou a cavalo.

As distancias e paragens de Coimbra a Vila, eram na época 1890, as seguintes:

apampi102.jpg

apampi103.jpg

apampi104.jpg

apampi100.jpg

 

  A Portela de Entre Capelos, correspondia a Portela do Vento, onde  inicia a EN 112, e cruzamento da EN 2. Estrada Real 52 ( E.R.52 ), desde a Portela de Entre Capelos, ia pelo cume da serrania, seguindo aproximadamente  limites do concelho de Góis, é o que a nota ( 1 ),refere. Os números indicam a quilometragem.

Consegui alcançar  objectivo sempre prossegui : conhecer traçado da estrada antigamente. Bem vistas as coisas nem era muito diferente do que conheci em miúdo.

Ultimas notas Foz de Covelos,  denominação atribuida  onde   começava a E. R. 52, a partir da E.R. 12 , actualmente , estrada da Beira.

Devo concluir referindo  a Estrada Real 52, deveria terminar em Malpica do Tejo, no concelho de Castelo Branco,  seria conhecida por " estrada dos pobres ", porque  destinava-se  a servir uma das  paupérrimas e desconhecidas regiões de Portugal.