Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

aguadouro

Pampilhosa da Serra - Roteiro dum "futrica"

aguadouro

Pampilhosa da Serra - Roteiro dum "futrica"

25.Abr.20

CENTENÁRIO DE ENTREGA NA IGREJA MATRIZ DA IMAGEM DE NOSSA SENHORA DO PRANTO

Júlio Cortez Fernandes

Comemora-se neste ano de 2020, o primeiro centenário que a veneranda imagem de Nossa Senhora do Pranto foi entregue à paróquia da Vila, oferecida pelo benemérito, Artur Neves, bem sucedido comerciante em Lisboa e natural da Pampilhosa.
O pároco naquele tempo, José António da Silva Alvaro, foi alvo de contestação pelos republicanos radicais, como se pode verificar, pelo documento:

palv.jpgapare.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 Ambiente político de cortar  à faca,  reverendo solicitou atestado, transcrevo o texto acima.

Exmº Senhor Juiz de Paz  do distrito de Pampilhosa da Serra

José António Álvaro , pároco desta freguesia, tendo conhecimento de que é acusado de fazer propaganda, contra o regime republicano, a propósito  do que se está a proceder a um inquérito judicial na Comarca de Arganil

Vem requerer a V.Exª se digne atestar qual o comportamento moral e civil frisando bem se é do seu conhecimento que o requerente tenha feito aquela propaganda.

Pampilhosa da Serra, 13 de Agosto de 1919

José António da Silva Álvaro.

Atesto  que o requerente tem bom comportamento moral e civil e que não fez propaganda contra o regime, pelo contrário, o seu voto e o dos seus amigos  foram para os Drº Moura Pinto,unionista, e António Dias, democrático, que foi eleito.

Pampilhosa da Serra, 13 de Agosto de 1919

O Juiz de Paz

António Vicente

Artur Neves, fervoroso católico amigo do Padre Álvaro, havia feito promessa doar imagem da padroeira à Paróquia; numa cajadada matou dois coelhos, cumpriu palavra e ajudou o amigo. Causando viva impressão a qualidade, elegância e realismo da imagem; assim aos olhos do povo o  Padre "marcou" pontos.

Polémicas à parte hoje os pampilhosenses consideram seu património a dádiva do patrício; que infelizmente faleceu com pouco mais de 50 anos em 1932.

Assinalando centenário da  entrada na igreja de imagem de Nossa Senhora do Pranto, nossa Patrona, cumpri dever de cidadania, não deixando passar em claro a relevante efeméride (1920-2020)

P8252538.JPG