Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

aguadouro

Pampilhosa da Serra - Roteiro dum "futrica"

aguadouro

Pampilhosa da Serra - Roteiro dum "futrica"

09.Mai.21

CANTIGA IMPROVISADA FICOU NA TRADICÇÃO

Júlio Cortez Fernandes

Época segunda guerra mundial, grandes dificuldades, muita penúria para todo povo Português, ainda mais para as gentes serranas do Concelho de Pampilhosa da Serra.

A situação era tão grave , em 1943, chegou a temer-se não seria possível realizar as festas anuais, de 15 de Agosto, em honra de Nossa Senhora do Pranto, padroeira da freguesia da Vila.

Banda filarmónica estava, de candeias as avessas, com as gentes da terra, por questiúnculas,  decidindo os seus dirigentes, não participar na festa.

As pessoas andavam apreensivas, tristes, porque não iria realizar-se a festa, nem um pouco de alegria, iriam ter nesse ano.

Para colmatar a falta da filarmónica, que por  "pirraça", no dia 15 estaria na festa da aldeia de Sobral Valado,  grupo de habitantes da Vila, contratou a tuna de Vilarinho perto da Lousã, cuja  actuação seria um  sucesso;  organizou concurso de ranchos, de diversas aldeias da freguesia, saindo o da povoação das Aldeias,  vencedor, com prémio de 60$00, bom dinheiro naquele tempo.

Terminados festejos, os organizadores, reuniram-se em ameno e fraterno convívio; no final,quando regressaram a vila, percorreram todas as ruas e becos, cantando, cantigas improvisadas, cujo teor podem ler no fim do texto; tal modo, a "cantiga " do coro, ficaria no ouvido das gentes do burgo, até hoje , pensamos nós.

AGOST15.JPG

 

 

 

6 comentários

Comentar post