Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

aguadouro

Pampilhosa da Serra - Roteiro dum "futrica"

aguadouro

Pampilhosa da Serra - Roteiro dum "futrica"

21.Ago.19

AMIZADES ALDEÃS

Júlio Cortez Fernandes

A ideia que habitantes das serranias do Concelho de Pampilhosa da Serra, nutriam sincera amizade uns pelos outros , é uma convicção lendária sem fundamento.

No recuado tempo do inicio da debandada em busca de melhor vida, o bom relacionamento dos serranos confinava-se a povoação onde residiam.Os conflitos entre aldeias ou entre estas e os da Vila, eram frequentes e quase sempre levavam a vias de facto. 

Comigo passou episódio com mais de 60 anos: quando acompanhei avó materna a casamento de um familiar , na Aldeia Cimeira, uma das do " termo " da Pampilhosa, vi um grupo de miúdos para a minha idade que brincavam num olival ao fundo povo, conhecido por " Ramalhão ", aproximei-me para  integrar no grupo; qual que ! antes que chegasse , começaram atirar com pedras, como se  dizia então " a correr-me a rebolada ", com  rapidez de  galgo voltei para casa dos parentes,  fui informado por não ser conhecido não me queriam para companhia.

Não guardo rancor nenhum , penso nunca mais vi qualquer dos " reboleiros ",fiquei com  certeza amigos de  fora, aqui , não havia,

Mais tarde apurei nos bailaricos quem fosse de outra terra e pretendesse dançar com uma moça da  aldeia  era corrido " a marrada " isto é a cabeçada pelos rapazes do povoado. Ficaram celebres " batalhas " entre os habitantes " cimeiros " e " fundeiros " e de aldeias confinantes por causa da roça de mato, ou pasto das cabras.

Felizmente, agora tempos são outros; no entanto, pelo sim pelo não cada aldeia construiu a sua casa de convívio . Enfim, " tão amigos que eles eram " foi expressão, nada mais