Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

aguadouro

Pampilhosa da Serra - Roteiro dum "futrica"

aguadouro

Pampilhosa da Serra - Roteiro dum "futrica"

06.Set.21

O PRIMEIRO TELEFONE NO ALTO CONCELHO

Júlio Cortez Fernandes
Neste mês, comemoram-se 81anos da instalação de um posto telefónico, na antiga, Portela do Souto do Brejo, rebaptizada, Casal de Lapa, pela Companhia Eléctrica das Beiras,construtora da Barragem de Santa Luzia. Em 1939, as obras do empreendimento , ganharam  ímpeto, nessa data estavam empregues na empreitada da obra, cerca de 1000 trabalhadores,sob orientação superior do engenheiro Pinto Machado, mais tarde seria, Presidente da Camara Municipal de Cascais. Também nesta época, (...)
01.Set.21

POMPEU ALEXANDRE NEVES - POLITICO SINGULAR:

Júlio Cortez Fernandes
No corrente ano, passa  80º aniversário do falecimento, do mais profícuo e realizador presidente da camara municipal do concelho de Pampilhosa da Serra de todos os tempos. Pompeu Alexandre Neves, natural da freguesia e concelho de Pampilhosa, nasceu 12 de Fevereiro de 1875, no seio de conceituada família da  época " os Alexandres ", na gíria popular; posuiam casa na praça principal do burgo. Seu pai segundo parece, seria um dos feitores, da opulenta família Mello. ao (...)
19.Ago.21

GREVE DE TRABALHADORES NA VILA NO IDO DE 1935

Júlio Cortez Fernandes
Uma da causa da imigração massiva das populações rurais para as cidades,foi a exploração salarial a que estavam sujeitos muitos dos que trabalhavam por conta de outrém, principalmente quem conseguia trabalho, nas empreitadas de obras publicas que foram surgindo, por todo País, nos primórdios do regime do Estado Novo. Na  vila de Pampilhosa da Serra,os jornaleiros trabalhavam na obra de modernização e concerto da estrada da Vila até a zona onde seria construida, a Barragem (...)
12.Ago.21

" SEGREDO " ANTIGA CASA DA CAMARA MUNICIPAL

Júlio Cortez Fernandes
Amiúde ouvimos dizer acerca das características de coisas antigas "são assim desde tempos imemoriais". querendo fazer querer sempre teria sido igual. Vem a propósito da fachada do edifício serviu de Paços do Concelho de Pampilhosa da Serra sito na Praça Barão de Louredo bem no centro da urbe.Vejamos aspecto actualmente podemos observar : Talvez ninguém se interrogue,  considerando, sempre terá sido tal qual se apresenta na hoje.  Certo afinal esta aparência não é assim (...)
11.Ago.21

MARCHA DAS TROPAS DO CORONEL LECOR-1810

Júlio Cortez Fernandes
A Guerra Peninsular, ou período tal como passou a história, conhecido por  "invasões francesas", também apoquentou directamente as gente da vila e seu termo. Setembro de 1810, coronel Carlos Frederico Lecor, comandante da Beira Baixa, estando com o grosso da sua tropa,aquartelado no Fundão; antes até receber ordem do comandante em Chefe do exercito anglo-luso,Sir Arthur Weliesley, duque de Wellington,decidiu avançar em direcção ao Buçaco, onde dia 29 Setembro, havia de (...)
03.Ago.21

DESPOTISMO NA PAMPILHOSA NOS SECULOS XVIII E XIX

Júlio Cortez Fernandes
Tive ensejo de ler alguns textos fazendo crer que a Pampilhosa foi sempre terra de lei. Nada mais falacioso,ainda não há muitas decadas, concelho da Pampilhosa era assento certo de " praticantes " do quero posso e mando. Durante o século XVIII, nestas paragens, abusos, prepotências e desprezo para com os mais pobres e desprotegidos,seriam pão nosso de cada dia. Este documento, com data de 1769,e do qual vou citar pequenos execertos é exemplo disso, teor seguinte : " Dizem os (...)
01.Ago.21

AQUELES PARTIRAM ; OUTROS ABALARAM, POUCOS FICARAM

Júlio Cortez Fernandes
Os resultados preliminares, do censo a  população de 2020, divulgados, pelo INE, Instituto Nacional de Estatística, demonstram nos últimos cinquenta anos, o concelho de Pampilhosa da Serra, meu querido torrão natal, perdeu 5.178 habitantes, Em igual operação realizada em 1970, Município Pampilhosense, era povoado por 9.245, moradores. Actualmente terá 4.067. Uma sangria demográfica brutal,apesar da estabilidade política do governo Municipal desde 1980, até agora, não (...)
25.Jul.21

PAMPILHOSA TERRA DE " FENÓMENOS "

Júlio Cortez Fernandes
Na memória das gentes  de pequenas comunidades,é possível encontrar referencias a episódios, pitorescos, despretensiosos; mesmo assim, por constituem raridades, faz bem de vez enquanto, reviver... Durante alguns anos, a vila do Entroncamento,Município na antiga província do Ribatejo, deve o nome a construção do caminho de ferro; nesta terra, eram gerados produtos agrícolas de tamanho inusitado, causavam espanto. Por via disso vulgarmente, passaram a denominar tais (...)
18.Jul.21

O CLERO NA PAMPILHOSA - FINAL DO SECULO XVIII

Júlio Cortez Fernandes
No declínio do regime absolutista, na Vila de Pampilhosa da Serra, além do reverendo prior da freguesia, ao tempo Padre José Vaz, exerciam actividade pastoral,mais sete   sacerdotes. Padre Francisco Cortez, havia sido pároco da freguesia de São Simão de Pessegueiro, mais tarde seria prior da freguesia de São Domingos do Cabril. Padre António da Silva,Padre José Alves,Padre Francisco José de Almeida, Padre Manuel Cardoso, Padre.Manuel Domingos,Padre Francisco Rodrigues. Este (...)
13.Jul.21

MEMÓRIAS DOS LAGARES DE AZEITE DA VILA - O LAGAR DE CIMA

Júlio Cortez Fernandes
Concluindo  roteiro da memória dos lagares de azeite da Vila de Pampilhosa da Serra, lembro o ultimo dos lagares regularmente , laborou ainda tenho algumas difusas lembranças. O lagar de cima, assim apelidado pelo povo, por estar situado no quadrante geográfico oposto ao lagar dito de baixo,dentro dos limites do burgo. Suponho este lagar surgiu devido a eventuais desentendimentos entre os proprietários do lagar de São Sebastião, já aqui referido.   Local escolhido para a sua (...)