Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

aguadouro

Pampilhosa da Serra - Roteiro dum "futrica"

aguadouro

Pampilhosa da Serra - Roteiro dum "futrica"

08.Ago.22

QUERIDO 15 DE AGOSTO - LEMBRANÇAS

Júlio Cortez Fernandes
Nos tempos idos da nossa infância e juventude,quando surgia no primeiro de Agosto  uma alta vara de pinho galhardamente erigida no antigo largo do mercado, no cimo da qual passava a tremular singela bandeira, significava nesse ano teríamos, festas na vila, o15 de Agosto. A festa era  idealizada e realizada por comissão formada entre pessoas da Vila,normalmente, mocidade e adultos jovens. Os primeiros festejos com esta designação surgiram em 1920, quando ilustre benemérito Artur (...)
24.Jul.22

FILARMÓNICA PAMPILHOSENSE

Júlio Cortez Fernandes
Em 2017 escrevi neste espaço, a "musica da Vila ",nome atribuído pelo povo a Filarmónica,deveria ter surgido por volta de 1863. Não ligaram ao que divulguei,e até recentemente, houve concerto,  comemorativo dos 300 anos da Associação. Não me importo que não gostem de mim, nem do que vou divulgando acerca da terra onde nasci e passei a infância. Não posso pactuar com inverdades.Consultando, Jornal a Comarca de Arganil de inicio de Agosto de 1943, o saudoso Padre José Vicente, (...)
06.Jul.22

CENTENÁRIO DO NASCIMENTO

Júlio Cortez Fernandes
Quinta feira dia 6 de Julho 1922,nasceu na freguesia da vila de Pampilhosa da Serra, nosso saudoso pai, a quem por baptismo deram nome António,sendo conhecido, pela gentes da terra por Antonio Carloto,apelido de seu pai, pampilhosense muito querido João Carloto. O derradeiro aniversário meu pai, celebrou na vida presente,faz hoje 30 anos, passamos os dois em alegre confraternização,sem qualquer noção seria, infelizmente a ultima, porque sem que nada fizesse prever partiu para (...)
25.Jun.22

ALEGRIA FUGAZ

Júlio Cortez Fernandes
Nos idos do já distante ano de 1931,sexta-feira, 4 Dezembro,segundo semanário Jornal de Arganil,uma camioneta de carga,em serviço nas obras da nova estrada em construção, partindo de Tábua arribou pela primeira vez a Pampilhosa,utilizando a via prestes  ser concluída. O correspondente do Jornal na Pampilhosa nosso saudoso conterrâneo, Dionísio Mendes,  que assinava as crónicas, com pseudónimo de FAZ BARULHO, proclamava.  "alegrem-se pampilhosenses que temos a nossa terra (...)
05.Jun.22

SITIO DE ONDE SE AVISTA UNICAMENTE A VILA

Júlio Cortez Fernandes
As montanhas da Pampilhosa são formadas por lombas e cerros elevados do cimo dos quais se podem admirar panoramas de beleza  deslumbrante. Miradouros são numerosos,e não vou discorrer acerca deles,neste apontamento.De todos eles,é possível avistar mais de que uma povoação. De todos não, existe um cujo horizonte é todo prreenchido pelo casario da vila. No cimo do antigo caminho para a quinta da Feteira, pela lomba da sorte dos Silvas,bem acima da capela dedicada a São (...)
22.Mai.22

BAU DAS MEMÓRIAS - LOURIÇAL DA VILA

Júlio Cortez Fernandes
Avançar da idade,traz mazelas físicas,felizmente também recordações é mister não devemos deixar cair no olvido. Existiram sítios,conhecidos e quotidianamente,referidos pela gente da vila ao longo de várias gerações, quase esquecidos e desejo aqui referir. O coberto vegetal das barrocas, lombas e cabeços das montanhas que emolduram em todos os quadrantes o horizonte da vila da Pampilhosa da Serra, sofreu ao longo dos séculos,devastações,provocadas por fenómenos naturais  (...)
09.Mai.22

ROMAGEM A CAPELA DE SÃO JOSÉ - ALDEIA CIMEIRA

Júlio Cortez Fernandes
 Na companhia de minha mulher almoçamos, no restaurante o Pinheiro.Dia de Primavera,convidativo a passeio. Finda  refeição sugeri  visitarmos a capela de São José, da qual guardo belas recordações; fica bem no coração de Aldeia Cimeira, freguesia de Pampilhosa da Serra; concordamos e fomos. Pouco abaixo na direcção do povoado,no pátio do edifício sede da Comissão de Melhoramentos, pequeno grupo de moradores,sentados a sombra,olharam curiosos para nossa viatura,com ar de (...)
27.Abr.22

CAMINHO DOS COVÕES III

Júlio Cortez Fernandes
A ribeira da Pampilhosa, ou também rio Unhais, é afluente do rio Zêzere,atravessa a Vila de Pampilhosa da Serra,indo desaguar abaixo da aldeia dos Padrões pertencente a antiga freguesia de Portela do Fojo, tudo isto no território do concelho Pampilhosense. Ao longo da margem esquerda do curso de agua,espichado encostas fora espreguiçava-se caminho poeirento,agora quase oculto por estevas e mato; já falei dele neste "cantinho", na ultima vez, percorrendo a vereda, quedei-me, no (...)
15.Abr.22

A PROPÓSITO DA QUADRA PASCAL

Júlio Cortez Fernandes
Sem receio de desmentido, no nosso tempo de infância, a época aguardada pela pequenada, mais de que o Natal, era a Pascoa, com fito nas amêndoas e também nos bolos e filhós quase todas as famílias,faziam, utilizando para confecção os fornos onde coziam a broa. Era um cheirinho por toda a vila, só de lembrar fico com agua na boca, A tradição da cruz do Senhor, ir as casa dos paroquianos,fazia redobrar o cuidado de limpeza das habitações, e das ruas, as quais nessa altura (...)
04.Abr.22

CABEÇO DE URRA SEGUNDO TEXTO DO SECULO XVIII

Júlio Cortez Fernandes
Diccionario geográfico autoria do Padre Luís Cardoso, de qual se publicaram, na década 50 do século XVIII, apenas os volumes iniciais ; contem alguma informação curiosa,relativamente a Pampilhosa. Digo curiosa,porque da veracidade,é fácil constar o pouco cuidado,de quem elaborou o texto seguinte: Actualizando a grafia, conteúdo será : Cabeço de Urra, serra na província da Estremadura, bispado da Guarda,comarca de Tomar. É um ramo da Serra da Estrela,estende-se por cinco (...)